Prefeitura de Varginha passa a ressarcir combustível de pacientes que fazem tratamento em outras cidades : 16/09/2019 19:44

Começou a vigorar nessa segunda-feira (16) uma importante assistência a pacientes de Varginha que fazem tratamento fora da cidade. Trata-se de uma iniciativa da Prefeitura que possibilitará o paciente de viajar em carro próprio, pois será ressarcido o valor gasto com o combustível e, em caso de comprovada carência, através de um laudo socioeconômico, também haverá ajuda de custo no valor de R$ 60,00 para lanche.

Essa é uma conquista para muitas pessoas que periodicamente tem que se deslocar para outros centros em busca de tratamento médico. De acordo com o prefeito de Varginha, Antonio Silva, “a Prefeitura recebe pedidos de pessoas que tem carro e gostariam de viajar no próprio veículo e agora poderão ir com a garantia do ressarcimento do combustível”.

Para isso, o paciente deve ir a Secretaria Municipal de Saúde (Av. Major Venâncio, 100) e procurar a assistente social Ana Lúcia que explicará detalhes do procedimento como por exemplo, a necessidade de fazer um cadastro e a comprovação das despesas de combustível e de lanche (se comprovada a necessidade).

Os comprovantes serão encaminhados à avaliação e posteriormente ao setor de pagamentos da Prefeitura, trâmite que levará alguns dias até o ressarcimento. “Com essa lei já vigorando, as pessoas terão mais dignidade, conforto e assistência digna, pois os nossos veículos levam mais de um paciente com acompanhante para viagens, o que leva tempo, pois todos são pegos em suas casas, levados a endereços muitas vezes diferentes e o retorno também demanda tempo, já que cada um é deixado em sua residência; agora, poderão fazer a viagem também em um espaço de tempo mais curto.

O valor do reembolso será de R$ 10,00 para cada 10km percorridos. A SEMUS já fez um levamento das distâncias dos municípios para aos quais os pacientes terão esse benefício: Barretos, Bauru, Campinas, Ribeirão Preto e São Paulo (SP), Pouso Alegre, Poços de Caldas, Lavras e Belo Horizonte (MG) e Rio de Janeiro (RJ).

Os veículos que levam os pacientes da SEMUS continuam servindo a população normalmente no serviço de Tratamento Fora do Domicílio - TFD.

Compartilhar no Facebook

Novas regras para tirar CNH entram em vigor na próxima segunda-feira : 12/09/2019 21:15

Começam a valer a partir da próxima segunda-feira (16) as novas regras para tirar a carteira nacional de habilitação (CNH). As mudanças foram publicadas na resolução n° 778/2019 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e preveem, entre outras alterações, a não obrigatoriedade do uso de simulador nas autoescolas e a redução na carga horária de aulas práticas noturnas.

A expectativa é de que as novas normas provoquem uma redução no valor cobrado pelos centros de formação de condutores (CFCs). Quando foram publicadas, em junho, a estimativa do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, era de que o custo fosse reduzido em até 15% apenas considerando o uso facultativo dos simuladores.

Relembre o que muda:

Simulador não obrigatório

A resolução faz com que o uso do simulador para obtenção da CNH na categoria B seja facultativo. Com isso, o candidato poderá optar por fazer as aulas no aparelho antes de sair para as ruas - desde que ele esteja disponível no CFC.

A resolução determina ainda que o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) ficará responsável por acompanhar o uso do simulador em todo o Brasil e avaliar a sua eficácia no processo de formação de condutores.

Com o uso facultativo do simulador, a carga horária necessária de aulas práticas volta a ser de 20 horas/aula - era de 25 horas com o equipamento de direção veicular.

Caso o aspirante à CNH opte por usar o aparelho, ele poderá cumprir 5 horas/aula no simulador e as outras 15 horas/aula em vias públicas. Senão, as 20 horas/aula são nas ruas.

Já para a inclusão da categoria B à CNH, a carga horária do curso prático volta a ser de, no mínimo, 15 horas/ aula.

Aula prática noturna reduzida

Quem quer tirar carteira de habilitação nas categorias A (moto), B (automóveis) e ACC (ciclomotores) não precisa mais cumprir 5 horas de aulas à noite: a partir de agora a exigência é para apenas 1 hora/aula.

A exigência de aulas noturnas caiu de 5 horas para apenas 1 hora/ prática para os aspirantes às categorias A (moto), B (automóveis) e ACC (Autorização para Conduzir Ciclomotores).

Permissão para ciclomotores facilitada

A carga horária para obter a permissão de conduzir ciclomotores (ACC) - veículos de duas rodas de 50 cm³ -, também foi reduzida, de 20 para 5 horas/ aula.

Além disso, quem desejar a autorização, poderá, dentro de um ano, realizar apenas as provas, sem a necessidade das aulas teóricas e práticas. Porém, caso seja reprovado, deverá frequentar as aulas práticas.

Os CFCs poderão utilizar veículo próprio ou permitir que o aluno possa apresentar um veículo para realizar as aulas."

FONTE:
https://www.varginhaonline.com.br/noticias/exibe_noticia.asp?id=182234

Compartilhar no Facebook

Começou a vacinação antirrábica em Varginha : 11/09/2019 20:58

Teve início no domingo, dia oito de setembro, a campanha de vacinação antirrábica para cães e gatos. E, como sempre, a orientação é para que todos os animais sejam imunizados contra essa doença, mesmo aqueles que já tenham recebido a vacina em anos anteriores.Saiba como vai ser esse trabalho em Varginha.

TV Princesa Varginha-MG
Publicado em 11 de set de 2019

https://www.youtube.com/watch?v=dzoKTDCPGQo

Compartilhar no Facebook

Adoção de animais através das redes sociais : 05/09/2019 21:21

No canil municipal de Varginha, que não abriga apenas cães, mas também gatos e até cavalos, é de espantar a quantidade de animais à espera de uma adoção - isso sem considerar os que estão pelas ruas. Pra ajudá-los a encontrar novos tutores, o canil está recebendo a ajuda de universitários que estudam justamente pra cuidar desses e de outros bichos.

TV Princesa Varginha-MG
Publicado em 5 de set de 2019
https://www.youtube.com/watch?v=1tKUuAPOqwc

Compartilhar no Facebook

Vacinação para adultos : 02/09/2019 20:44

O Brasil está intensificando a proteção de crianças de seis meses a menores de um ano contra o sarampo. Mas não são apenas os bebês que devem estar imunizados contra essas e outras doenças. De acordo com o calendário nacional de vacinação, os adultos também precisam de proteção. Mas você sabe quando deve procurar a unidade de saúde para receber as vacinas? Veja as orientações na reportagem.

TV Princesa Varginha-MG
Publicado em 2 de set de 2019
https://www.youtube.com/watch?v=C25p4Nx9Gwg

Compartilhar no Facebook

Confira as programações culturais na cidade de Varginha no final de semana : 29/08/2019 21:45

A agenda cultural da próxima semana pode ser feita com a sua participação. Entre em contato pelos telefones 3690-2711 ou 3690-2110 ou envie mensagem com a sua sugestão para tvprincesa@varginhacultural.com.br.

TV Princesa Varginha-MG
Publicado em 29 de ago de 2019
https://www.youtube.com/watch?v=4cfimXfo7-E

Compartilhar no Facebook

Campanha de Vacinação Antirrábica acontece entre 08 e 28 de setembro : 26/08/2019 19:17

A Campanha de Vacinação Antirrábica, contra a raiva em cães e gatos com mais de três meses de vida, será realizada entre 08 e 28 de setembro, em Varginha.

Segundo o Setor de Zoonoses, a raiva é uma doença grave, que não tem cura e mata. Todos os cães e gatos devem receber a vacina uma vez por ano. A vacinação é o único meio de proteger o animal e impedir que transmita a doença para os humanos.

Os responsáveis pelos animais devem levar os cães em coleira e os gatos em caixas de transporte ou dentro de um saco adequado para a respiração animal.

A vacina será realizada nos horários, dias e postos de vacinação programados. Os vacinadores não estão autorizados a entregar doses de vacinas para terceiros.

Os animais devem ser conduzidos por adultos responsáveis, e não por crianças ou adolescentes.

Os animais mais agitados e violentos devem ser levados com a focinheira, para serem vacinados prontamente.

Compartilhar no Facebook

Vacinação contra Sarampo é intensificada na zona urbana : 22/08/2019 21:00

Devido ao surto de Sarampo em São Paulo e a ocorrência da doença em outros estados, a Secretaria Municipal de Saúde de Varginha – SEMUS – vai intensificar a vacinação no município.

A imunização será com a Vacina Triviral (Sarampo – Caxumba – Rubéola), sábado, dia 31, das 9h às 18h para todas as pessoas:

– com idade até 49 anos que não foram vacinadas(acima dessa idade, o Ministério da Saúde subentende que as pessoas possam ter tido a doença; quem já teve sarampo não vai ter mais; caso haja surto, a pessoa mesmo acima de 50 anos deverá ser imunizado novamente se for contato de caso positivo para sarampo);

– crianças de 6 a 11 meses de idade (neste caso ocorre a intensificação – que é diferente de rotina – , pois com 1 ano o bebê faz a primeira dose e com 1 ano e 3 meses receberá a segunda dose; assim, a pessoa de 1 ano e três meses a 29 anos tem que ter duas doses da vacina triviral ; de 30 a 49 anos tem que ter 1 dose da vacina triviral);

– e jovens de 15 a 29 anos.

“Portanto, não é uma campanha de vacinação e sim uma intensificação. Vale reforçar que crianças menores de 1 ano estão no público-alvo por serem susceptíveis a casos graves e óbitos”, ressalta a enfermeira do Setor de Epidemiologia da SEMUS, Roseane Souza e Silva.

A servidora estadual Thayane Viana de Carvalho Lenzi expressa responsabilidade e confirma que vai levar a filha Noemy que vai completar 8 meses “porque é uma doença que pode ser grave em bebês; me preocupo com o surto em São Paulo e casos em outras regiões, já e que uma pessoa infectada pode transmiti-la por vários dias, mesmo antes dos sintomas aparentes. Então, por mais que seja uma dose extra, já que ela vai ter que tomar novamente com 12 e 15 meses, é importante prevenir e protegê-la”.

Quem quiser antecipar e não vacinar esperar o final do mês, pode ir até a Unidade de Saúde onde também serão esclarecidas todas as dúvidas como por exemplo, que não pode receber a dose como grávidas e pessoas imunossuprimidos (que não podem tomar qualquer tipo de vacina).

A ação do dia 31 vai envolver cinco equipes com total de 40 profissionais entre enfermeiros e técnicos de enfermagem.

É necessário apresentar a Caderneta de Vacinação da criança e do adulto.



ROTEIRO – ZONA URBANA

UAPS ENDEREÇO BAIRRO
Policlínica Central R. Santa Catarina, s/n Centro
UAPS Dr. João Eugênio do Prado Pça. Santo Agostinho s/n Sion
UAPS Dr. Paulo Frota / USF Girassol Pça. dos Girassóis, 435 Pinheiros
UAPS Dr. Vivaldo Garcia Av. Dr. João Batista Reis s/n Barcelona
UAPS Dra Edna Baroni Alvarenga (Caic I) Av. Manoel Vida s/nº Imaculada

SOBRE A DOENÇA
O Sarampo é uma doença respiratória grave, causada por um vírus, que pode ser fatal. Sua transmissão ocorre quando o doente tosse, fala, espirra ou respira próximo de outras pessoas. A única maneira de evitar o sarampo é pela vacina.

Quais são os sintomas do sarampo:
Os principais sintomas são a febre acompanhada de tosse, irritação nos olhos, nariz escorrendo ou entupido e mal-estar intenso. Em torno de 3 a 5 dias, podem aparecer outros sinais e sintomas, como manchas vermelhas no rosto e atrás das orelhas que, em seguida, se espalham pelo corpo.

Quais as complicações do sarampo?
O sarampo é uma doença grave que pode deixar sequelas por toda a vida ou causar o óbito. A vacina é a única maneira de evitar que isso aconteça. Algumas das complicações podem ocorrer em determinadas fases da vida:

Complicações nas Crianças:

Pneumonia – Cerca de 1 em cada 20 crianças com sarampo pode desenvolver pneumonia, causa mais comum de morte por sarampo em crianças pequenas;
Otite média aguda (infecções de ouvido) – Ocorre em cerca de 1 em 10 crianças com sarampo e pode resultar em perda auditiva permanente;
Encefalite aguda – 1 em cada 1.000 crianças pode desenvolver essa complicação e 10% destas podem morrer;
Morte – de 1 a 3 a cada 1.000 crianças doentes podem morrer em decorrência de complicações da doença.
Complicações nos Adultos:

Pneumonia.
Complicações nas Gestantes:

Mulher em idade fértil (10 a 49 anos) não vacinada antes da gravidez, se tiver a doença neste período, pode apresentar parto prematuro e o bebê pode nascer com baixo peso;
É importante se vacinar antes da gestação, pois a vacina é contraindicada durante a gestação.
Como é o tratamento do sarampo?
Não existe tratamento específico para o sarampo. Os medicamentos são utilizados para reduzir o desconforto ocasionado pelos sintomas da doença. Não faça uso de nenhum medicamento sem orientação médica e procure o serviço de saúde mais próximo, caso apresente suspeita de sarampo.

Como prevenir o sarampo: A vacina é a única forma de prevenir a ocorrência de sarampo na população. Por isso, a principal medida de controle da doença é a vacinação dos suscetíveis, que ocorre por meio da vacinação de rotina na rede básica de saúde, do bloqueio vacinal, da intensificação vacinal e das campanhas de vacinação.

A coordenadora do Programa de Imunizações da SES-MG, Josianne Gusmão, reforça que a vacina é segura e eficaz na prevenção da doença. “Dessa forma, a principal ação da SES-MG para impedir o avanço da doença é manter a população protegida por meio da vacinação, mobilizando esforços para garantia de altas coberturas vacinais”, explica.

ATENÇÃO: SE VOCÊ APRESENTA ESTES SINTOMAS, PROCURE UM SERVIÇO DE SAÚDE.

Compartilhar no Facebook

Prefeitura aplica microchips em cães, gatos e cavalos de graça : 14/08/2019 19:37

Os microchips são bem pequenos e contêm todas as informações do bichinho e também do dono.
A Prefeitura de Varginha insere, de graça, microchips de localização em cães e gatos. Assim quando seu bichinho fugir ou se perder fica mais fácil localizá-lo.

O microchip é bem pequeno e contém todas as informações do bichinho e também do dono, como endereço e telefone de contato. Caso o animal seja encontrado e levado até o Canil Municipal, o órgão avisará aos donos.

O setor de Bem-Estar Animal da Prefeitura de Varginha aplica microchips em cães, gatos e até cavalos.

Entre em contato e proteja o seu amiguinho: Avenida dos Imigrantes, 3758 | 3690-2276

Fonte: varginhadigital.com.br

Compartilhar no Facebook

Tire suas dúvidas sobre a coleta seletiva de Varginha : 14/08/2019 19:31

Lixo orgânico deve ser separado do lixo reciclável, que é recolhido pelos caminhões da coleta seletiva.
A coleta seletiva é feita em todos os bairros de Varginha. Mas muita gente ainda pode ter dúvidas sobre como separar o lixo, o que pode e o que não pode e as datas da coleta. O Varginha Digital ajuda a tirar estas dúvidas.

São considerados lixos recicláveis folhas e aparas de papel, jornais, revistas, caixas, papelão, PET, recipientes de limpeza, latas de cerveja e refrigerante, canos, esquadrias, arame e embalagens em geral.


O vidro é reciclável, mas no caso de Varginha não é feita a reciclagem, por isso os vidros devem ser descartados junto com o lixo orgânico. Papel higiênico também deve ser descartado junto com lixo orgânico.

Não é lixo reciclável papel-carbono, etiqueta adesiva, fita crepe, guardanapos, fotografias, filtro de cigarros, papéis sujos, copos de papel, cabos de panela e tomadas, clipes, grampos, esponjas de aço, canos, espelhos, cristais, cerâmicas, porcelana.

Pilhas e baterias de celular devem ser devolvidas aos fabricantes ou depositadas em coletores específicos.

Como separar o lixo doméstico?
Não misture recicláveis com orgânicos (sobras de alimentos, cascas de frutas e legumes).

Não é preciso lavar as embalagens do tipo longa vida, latas e plástico. Os papéis devem estar secos, podem ser dobrados, mas não amassados.

Veja o cronograma da Coleta Seletiva
Nos bairros onde a coleta acontece às segundas, quartas e sextas-feiras, a Coleta Seletiva passará toda quarta-feira. Neste dia não serão recolhidos lixos orgânicos.

Nos bairros onde a coleta acontece às terças, quintas e sábados, a Coleta Seletiva passará toda quinta-feira. Neste dia não serão recolhidos lixos orgânicos.

Fonte: varginhadigital.com.br

Compartilhar no Facebook

PROJETO “DESCARTE CONSCIENTE DE MEDICAMENTOS” : 30/05/2019 17:24

Setor de Segurança e Medicina do Trabalho da Prefeitura adota
Projeto “Descarte Consciente de Medicamentos”

Medicamentos fazem parte do nosso dia a dia e muitas vezes vários medicamentos não são utilizados em sua totalidade e precisam ser descartados por vários motivos, seja para se evitar o risco de contaminação de crianças, animais, evitar o uso indevido destes medicamentos ou até mesmo para dar correto destino aos que estão dentro do prazo de validade e não têm mais uso em nossas residências. É importante lembrarmos que medicamentos são produtos químicos que possuem toxicidade e não devem ser descartados nos mesmos destinos que os materiais orgânicos e/ou recicláveis, ou seja, no lixo comum de nossas casas que posteriormente à coleta e à separação, serão depositados em aterros sanitários e muito menos, devemos descartar na rede de esgoto (ralos, vasos sanitários, etc) para que não contaminem o solo, os lençóis freáticos, lagos, rios e represas, o que causa impacto ambiental sem tamanho, pois atinge também a flora e a fauna das regiões atingidas.

De acordo com estudos quando estes medicamentos são descartados na rede de esgoto, os resíduos químicos se diluem na água e não é possível eliminá-los no processo de filtragem, “ou seja, a água é contaminada por esses agentes e retorna aos fluxos hídricos concentrada de resíduos aos cidadãos”, explica a bióloga Fabiana Cristina Lima Barbosa, uma das responsáveis por um destes estudos. Ainda de acordo com dados apurados em 2010 pela companhia Brasil Health Service (BHS), 1kg de medicamento descartado no esgoto pode contaminar até 450 mil litros de água.

Nosso país e nossa cidade já enfrentam graves problemas com o acúmulo de resíduos devido ao alto consumo de bens e produtos e torna-se imperioso dar correto destino e manejo para as sobras, visando proteger e poupar o meio ambiente do qual fazemos parte e pelo qual somos responsáveis e cuidar também da saúde humana.

A Lei nº 12.305, de agosto de 2010 veio apresentando a Política Nacional de Resíduos Sólidos e mostrar que o consumidor pode ser o colaborador master no processo de atenuar os riscos para a saúde e para o meio ambiente já citados ao fazer o descarte dos medicamentos nos locais corretos.

E como proceder para dar destino correto aos medicamentos vencidos e/ou em desuso?

Cada cidadão deve colocar os medicamentos em sacolas distintas, os medicamentos vencidos em uma sacola e os em desuso em outra e procurar um ponto de coleta na cidade para fazer seu descarte.

Baseado na realidade apresentada e tendo em vista que a premissa máxima do SESMT - Setor de Segurança e Medicina do Trabalho da Prefeitura Municipal de Varginha é o cuidado com o servidor em sua totalidade e por acreditarmos que este cuidado envolva o meio ambiente em que vivemos e onde cada um de nós servidor está inserido e por também acreditarmos que cada ação que nos propomos a realizar para o cuidado com a nossa Terra é válido, apresentamos o novo projeto do referido Setor: funcionarmos como ponto de coleta destes medicamentos. Para a realização deste projeto, contamos com o apoio da Prefeitura Municipal de Varginha por meio da Secretaria Municipal de Administração, na pessoa do Secretário Sérgio Takeishi Kuroki, com os servidores da equipe SESMT sempre engajados em todas as ações que o Setor se propõe a realizar e contamos com cada servidor no sentido de ser multiplicador desta idéia que é para o bem de todos seja servidor ou não.

E o que pode ser descartado?

Medicamentos vencidos de qualquer natureza (pomadas, xaropes, comprimidos, pílulas, cápsulas, drágeas, sachês, etc); Embalagens com resíduos (frascos, cartelas, tubos de pomadas, potes contendo cápsulas, pílulas, drágeas, etc).

E quais medicamentos em desuso pode ser descartado?

Qualquer medicamento que se apresente ainda dentro do prazo de validade estampado na embalagem, preservado em suas embalagens originais e íntegras e que contenham a referida data de validade impressa na embalagem.

Portanto, se você tem em sua residência medicamentos vencidos ou que já não mais utiliza (em desuso) e gostaria de contribuir para um meio ambiente mais sadio e para com o próximo, uma vez que os medicamentos em desuso serão doados, venha até o SESMT, conheça o nosso Setor e faça você também a sua parte. Seja um colaborador e um multiplicador dessa idéia e entre você também nesse projeto conosco

SESMT – Setor de Segurança e Medicina do Trabalho. Rua Jaime Venturato, Nº 50. Bairro São Geraldo. Contato 36902021.

Referencias

http://www.bhsbrasil.com.br/descarteconsciente/Estudo%20Unicamp.pdf
http://www.bhsbrasil.com.br/descarteconsciente/Estudo%20Unicamp.pdf
http://www.bhsbrasil.com.br/descarteconsciente/Estudo%20Unicamp.pdf

Compartilhar no Facebook

21ª CAMPANHA NACIONAL DE VACINAÇÃO CONTRA A INFLUENZA : 10/04/2019 21:13

O início da Campanha Nacional de vacinação contra o Influenza foi antecipado para o dia 10 de abril, após articulação do Ministério da Saúde com o Instituto Butantã, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). A Campanha segue até o dia 31 de maio de 2019, sendo o 04 de maio, o Dia de Mobilização Nacional.

No período de 10 a 19 de abril a vacinação contra influenza atenderá em todo país, crianças de 6 meses até 5 anos, 11 meses e 29dias e gestantes. Neste período também ocorrerá à atualização da Caderneta de Vacinação conforme a situação vacinal encontrada e as indicações do Calendário Nacional de Vacinação.

QUANDO E COMO VAI ACONTECER A VACINAÇÃO NO MUNICÍPIO

Em Varginha a Campanha de Vacinação contra a Influenza, que envolverá cerca de 120 profissionais da saúde, vai acontecer no período de 10 de abril a 31 de maio na região urbana de Varginha e estará disponível em todas as Unidades de Saúde com salas de vacina. QUADRO I E QUADRO II

Vacinação de Crianças

Varginha vai adotar estratégia nova esse ano para crianças com 6 meses a 5anos 11 meses e 29 dias que acontecerá no sábado 13 de abril, conforme Quadro III. O objetivo principal é facilitar para que os pais que trabalham, possam levar os seus filhos no dia.

GRUPOS PRIORITÁRIOS PARA A VACINAÇÃO – QUEM VAI SER VACINADO

Na campanha, serão vacinados os integrantes do grupo prioritário formado por:

Pessoas com 60 anos ou mais de idade;
Trabalhadores de saúde: Todos os trabalhadores de saúde dos serviços públicos e privados, nos diferentes níveis de complexidade;
Crianças na faixa etária de seis meses até 5 anos (5 anos, 11 meses e 29 dias);
Gestantes: todas as gestantes em qualquer idade gestacional.
Puérperas: todas as mulheres no período até 45 dias após o parto estão incluídas no grupo alvo de vacinação.
Professores: Escolas Públicas e Privadas que estejam na ativa.
Pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional,
Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas deverão receber a vacina influenza.

Os grupos portadores de doenças (com relatório médico): crônicas, não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independente da idade, (conforme indicação do Ministério da Saúde em conjunto com sociedades científicas). QUADRO IV

Quais documentos levar

Caderneta de Vacinação da criança e do adulto;

Professores na ativa: Os professores deverão procurar a Unidade de Saúde com o Crachá e/ou comprovante assinado pela Diretora da escola que leciona.

Puérperas, deverão apresentar qualquer documento que comprove a gestação (certidão de nascimento e/ou, cartão da gestante e/ou, documento do hospital onde ocorreu o parto, entre outros), durante o período de vacinação.

http://www.varginha.mg.gov.br/component/content/article/25-noticias/26652-2019-04-10-12-22-35

Compartilhar no Facebook

COMUNICADO ZOOLÓGICO DE VARGINHA : 18/03/2019 19:27

O Zoológico Municipal de Varginha, a partir da próxima semana, não vai abrir às segundas e terças-feiras. De acordo com a Secretaria Municipal de Turismo e Comércio, o local passará por limpeza e manutenção em toda a área. Portanto, o funcionamento será de quarta a domingo, das 8h às 14h, sendo que crianças até 5 anos e idosos acima de 60 não pagam o valor simbólico de R$ 4,00.

Compartilhar no Facebook

Cemig alerta para a necessidade de atualização de titularidade das contas : 14/03/2019 20:34

Para outras informações sobre as contas de energia elétrica, acesse cemig.com.br, ligue para o telefone 116 ou compareça em uma agência. Em Varginha, o endereço é rua Presidente Antônio Carlos, número 538, no centro da cidade.
TV Princesa Varginha-MG
Publicado em 13 de mar de 2019

https://www.youtube.com/watch?v=h1JqkYOxDAI

Compartilhar no Facebook

Aulas de hidroginástica gratuitas na Semel : 26/02/2019 21:16

Toda terça e quinta-feira das 11h às 11h50 tem aulas gratuitas de hidroginástica na Semel. As aulas são ministradas pelo professor Lourenço. Para mais informações sobre vagas e horários ligue no telefone 3690-2172

Compartilhar no Facebook